Conferencista Edimilson Garcia

sábado, 30 de outubro de 2010

EM BUSCA DA FÓRMOLA DA VIDA

COM CRISTO Ñ EXISTE DOENÇA Q RESISTA O SEU PODER
Pesquisadores em genética pretendem vencer as doenças – a decodificação do genoma poderá ser concluída antes do previsto
Muito antes do esperado, pesquisadores internacionais decodificaram o cromossomo 21. Assim, foi dado um passo vital no ambicioso Projeto Genoma Humano. "A fórmula da vida, o genoma humano, estará mapeado brevemente", disse Andrea Warpkowski, geneticista do Laboratório Glaxo Wellcome. Para a indústria farmacêutica abre-se um mercado bilionário e para a humanidade começa uma nova dimensão no combate às doenças. Afinal, os cerca de três bilhões de genes do ser humano (seu genoma) são responsáveis, por exemplo, pela altura de uma pessoa ou pela cor de sua pele. E genes defeituosos podem causar doenças.
"Hoje em dia existem terapias para a cura de apenas um terço das 30.000 doenças conhecidas mundialmente", afirmou Karsten Henco, presidente do conselho da firma de biotecnologia Evotec, de Hamburgo (Alemanha). Com os novos conhecimentos acerca do funcionamento dos genes, os cientistas esperam desenvolver novos medicamentos para tratar alguns dos flagelos da humanidade, como o câncer, o Mal de Alzheimer ou a asma. "Em breve não chegarão mais ao mercado medicamentos que não tenham alguma conexão com a pesquisa genética", segundo Martin A. Zündorf, membro da Associação de Pesquisas Genéticas da Indústria Farmacêutica da Alemanha.
Conhecer o funcionamento dos genes do ser humano também abre a possibilidade de se desenvolver e fabricar certos medicamentos na dosagem adequada para cada paciente. A idéia mágica é "medicação sob medida", que reduziria consideravelmente os efeitos colaterais de certos tratamentos e possibilitaria a aplicação dirigida de terapias muito caras, que fazem efeito somente para determinadas pessoas.
Na corrida pelo mercado ávido por novas drogas, o primeiro lugar é ocupado pelas multinacionais de medicamentos. Para elas trata-se de uma questão de sobrevivência. Pois somente quem for ágil e chegar primeiro ao mercado com novos e "milagrosos" medicamentos para a AIDS, o diabetes e outras enfermidades até hoje consideradas incuráveis, colherá os louros no mercado globalizado de produtos farmacêuticos. Para desenvolver com mais rapidez os novos remédios e as promissoras terapias originárias da pesquisa genética, as multinacionais passaram a usar métodos antes desconhecidos pelo setor. Dez grandes empresas mundiais, acostumadas a combater-se mutuamente na batalha pelos mercados de novos medicamentos para doenças consideradas incuráveis ou não completamente curáveis, concordaram em utilizar em conjunto os conhecimentos adquiridos com a decodificação do genoma humano e em cooperar nas pesquisas das possibilidades de aplicação de novos medicamentos. O elemento sensacional nesse acordo é que as empresas não pretendem manter suas descobertas em sigilo mas planejam torná-las acessíveis a todos pela internet.
As pesquisas avançam a passos gigantescos. Na realidade, os cientistas esperavam dispor apenas em 2005/2006 dos resultados do Projeto Genoma, que foi iniciado em 1990 nos Estados Unidos. Mas agora já se prevê a finalização em 2003. Um dos mistérios da humanidade está sendo desvendado. Parece estar próxima a descoberta da fórmula da vida. (P.S. 7/2000)
A fórmula da vida tem um só nome: Jesus Cristo. A causa de todas as doenças é o pecado, pois através dele a morte entrou em nosso mundo: "Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram" (Rm 5.12). Enquanto o pecado não for erradicado do mundo e da vida das pessoas, será em vão a procura por remédios que curem todas as doenças. Por isso, a busca maior deveria ser a da saúde espiritual. Jesus veio a este mundo para tomar sobre Si todos os pecados e todas as enfermidades. Quem convida Jesus a entrar em sua vida recebe o perdão de seus pecados e a cura de sua alma, o que freqüentemente tem por conseqüência também o bem-estar físico. Mas isso não quer dizer que um cristão não fica doente ou sempre é curado imediatamente. No Salmo 41.3 está escrito: "O Senhor o assiste no leito da enfermidade; na doença, tu lhe afofas a cama." Enquanto estivermos vivendo em um mundo pecador e em um corpo pecaminoso, estaremos sujeitos a todo tipo de enfermidade. Somente quando deixarmos este corpo e entrarmos na glória do Senhor não haverá mais doenças, nem sofrimentos, nem morte para nós. Na eternidade junto a Deus tudo será vida, porque o próprio Deus é a vida. Por essa razão, a linguagem bíblica muitas vezes vai além da redenção presente e se refere a uma redenção que acontecerá quando Jesus voltar para a ressurreição e o arrebatamento:
  • "E não somente ela (a criação), mas também nós, que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, a redenção do nosso corpo" (Rm 8.23).
  • "E, por isso, neste tabernáculo, gememos, aspirando por sermos revestidos da nossa habitação celestial"(2 Co 5.2).
  • "E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção" (Ef 4.30).
  • "E digo isto a vós outros, que conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes do sono; porque a vossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos" (Rm 13.11).
Postar um comentário