Conferencista Edimilson Garcia

sábado, 30 de outubro de 2010

VIDA QUE FLUI





A diferença
O Mar da Galiléia
  • recebe a água do rio Jordão
  • que flui adiante na continuação desse rio
  • nele e à sua volta há vida abundante!
O Mar Morto
  • só recebe a água do rio Jordão
  • ela não flui adiante
  • nele não há nenhuma vida!
Jesus disse:
  • "Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva" (João 7.38).
  • "Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna" (João 4.14).
O Mar da Galiléia e o Mar Morto ilustram o princípio bíblico de que precisamos transmitir a vida que recebemos - para que ela se reproduza e floresça continuamente em nós. Do mesmo modo, mais bem-aventurado é dar que receber e quem semeia com fartura colherá com abundância. Além disso, devemos realizar a obra do Senhor com determinação e constância, confiando que os frutos serão produzidos pela ação do Espírito Santo:
  • "E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará" ( 2 Coríntios 9.6).
  • "A alma generosa prosperará, e quem dá a beber será dessedentado" (Provérbios 11.25).
  • "Dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também" (Lucas 6.38)
  • "Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás" (Eclesiastes 11.1).
  • "Porque o que semeia para sua própria carne da carne colherá corrupção; mas o que semeia para o Espírito do Espírito colherá vida eterna" (Gálatas 6.8).
  • "Quem somente observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará" (Eclesiastes 11.4).
  • "Semeia pela manhã a tua semente e à tarde não repouses a mão, porque não sabes qual prosperará; se esta, se aquele ou se ambas igualmente serão boas" (Eclesiastes 11.6).
  • "O reino de Deus é assim como se um homem lançasse a semente à terra; depois, dormisse e se levantasse, de noite e de dia, e a semente germinasse e crescesse, não sabendo ele como" (Marcos 4.26-27).
Postar um comentário