Conferencista Edimilson Garcia

sábado, 14 de maio de 2011

ARREPENDIMENTO






     
          Arrependimento! Esta é uma palavra muito utilizada no dia-a-dia. Se pensarmos bem, todos nós nos arrependemos de muitas coisas que fizemos ou deixamos de fazer. E este constante uso do termo muitas vezes esvazia o seu sentido maior – que é produzir uma mudança radical na mente, no coração e nas atitudes das pessoas.
            A Bíblia está repleta deste conceito e mandamento de Deus. A ordem do arrependimento ocupa um amplo espaço nas Escrituras Sagradas, pois a graça de Deus só age de forma plena na vida daqueles que se arrependem.
“O arrependimento é o meio, e a fé é a condição de salvação. O coração quebrantado, a tristeza da alma e o aborrecimento pelo pecado levam a alma a aceitar a Cristo como único Salvador. Então vem a confissão dos pecados e a reforma da vida”.

O que é Arrependimento?


            Antes de respondermos à pergunta, queremos descrever dois tipos de arrependimento: a) o arrependimento legal, isto é, o ato corriqueiro de nos arrependermos. Fazemos algo de mal ou deixamos de fazer alguma coisa que gostaríamos e nos arrependemos, nos desculpamos, mas continuamos indiferentes em relação à Deus; b) arrependimento em relação a Deus, é o arrependimento cristão, implica em voltarmos para Deus, em reconhecermos o nosso estado de pecado e voltarmos para Deus, tornando-nos dependentes de sua graça.
            Entendemos por arrependimento uma mudança radical de mente (metanoia), uma virada de 180° em nossa vida. Significa andarmos em outra direção, aborrecendo e odiando o pecado.

Por que precisamos de arrependimento?


1)     Porque pecamos contra um Deus que é Santo, que nos criou para participarmos de Sua glória e santidade;
2)     Porque é um mandamento de Deus. O arrependimento é uma ordem de Deus ao ser humano, isto porque Deus nos ama e o Seu desejo é que todos se salvem, que todos voltem para Ele;
3)     Porque o arrependimento restaura a nossa vida. Quando nos arrependemos e confessamos os nossos pecados, temos paz com Deus, com a Sua Igreja, com as pessoas e conosco. É impressionante o que a falta de arrependimento pode fazer na vida de uma pessoa: ela provoca ansiedade, degrada a imagem de Deus em nossa vida, nos separa de Deus e das pessoas, provoca um profundo medo da morte, medo dos homens, doenças (a raiz de amargura pode até causar câncer!), etc.
 

Benefícios do arrependimento:

 
1)     Perdão de Deus: a justiça de Deus manifesta-se em salvar, em redimir-nos, não em condenar-nos, desde que queiramos. Para participarmos dessa graça basta que nos arrependamos e que creiamos nas Boas Novas, no Evangelho, no Verbo Encarnado, no perdão de Deus manifesto em Jesus Cristo.
2)     Traz Paz: quando nos arrependemos, recebemos da parte de Deus o testemunho do Espírito Santo, confirmando em nossos corações que fomos aceitos por Deus. Com isso, toda a ansiedade e medo que tínhamos se transformam em alegria e paz no interior de nosso ser.
3)     Liberdade diante de Deus: pelo arrependimento e regeneração em Cristo, alcançamos liberdade diante de Deus. A barreira que causava separação é rompida e agora podemos dirigir-nos a Deus com inteira certeza de fé. E na unção do Espírito Santo, podemos clamar: Aba Pai.

 
Postar um comentário