Conferencista Edimilson Garcia

sábado, 14 de maio de 2011

CRENTE TAMBÉM SOFRE


Romanos 8.18
18

Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.



Neste mundo teremos tribulações e aflições. Mas temos que ter bom ânimo porque Jesus venceu o mundo.
Meu amigo, minha amiga, meu irmão, minha irmã. Você que está cansado(a) de tanta propaganda enganosa na política. No maior estilo "vote em mim que agora vai". Será que as igrejas estão aderindo a moda? "Venha para a casa do Senhor que você prosperará" "Venha para a casa do Senhor que sua vida será uma bênção". Será que Jesus pregava isso?
Vamos ao exemplo de Paulo. Paulo, grande homem de Deus. Você admira Paulo, não admira? Sim, eu também o admiro. Reparem em Rm 8:35, famosa frase de Paulo "quem nos separará do amor de Cristo? Tribulação, angústia, perseguição, fome, nudez, perigo ou espada?". Quando Paulo fala isso, me vem a cabeça que ele não falou isso só por falar. Então estamos sujeitos a todas estas coisas? Sim, claro que estamos. Creio que você sabe disso.
Nosso amigo Paulo ficou doente, chegou muito perto da morte (Fp 2:30), seria falta de fé como diriam os "supercrentes"? Timóteo, o "queridinho" de Paulo, tinha enfermidades com freqüência (1Tm 5:23). Seria falta de fé como diriam os "supercrentes"? Os "supercrentes" são homens usados por Deus, sim eu creio que são homens de Deus. Os milagres seguirão os que crerem e existem muitas curas, libertações, restauração de lares etc... no ministério deles, mas...
Lembro-me de que eu estava com uma dor muito forte no pescoço. Eu via pregações dos "supercrentes" e determinava como eles diziam que devemos fazer: "Deus, em nome de Jesus estou curado"... nada de cura. "Diabo, vai embora em nome de Jesus"... nada de cura. Eu falava "Meu Deus o que está acontecendo? Tô com pouca fé? Tô em pecado? Já pedi perdão, porque não sou curado?".
Eu imagino que milhares de pessoas tem essas duvidas. Determinam a cura e nada. Eu estou lendo um livro e nele o autor conta casos de pessoas que se decepcionaram com a igreja [ O Jesus que eu nunca conheci – Philip Yancey, muito bom, recomendo ]. Pessoas que ao contrario das bênçãos que as igrejas prometem que Deus vai conceder, receberam um balde de água fria. Morte na família, perda de emprego, cura que não veio...
A profecia nos mostra que muitos nos últimos dias largarão a fé. Irão deixar Deus de lado. Muitos hoje se estão largando a fé porque sofreram verdadeiras decepções na igreja. Culpa dos "supercrentes"? Não sei, quem sou eu para julgar. Mas eu só venho lhe pedir meu irmão, minha irmã: Pense no que você está pregando. Tudo que plantamos iremos colher num futuro. Não faça propaganda enganosa de Deus.
Iremos desfrutar da vitória quando Jesus voltar. Mas até ai, estamos sujeitos a tanto receber quanto perder. Tanto ser rico como ser pobre. Tudo depende da vontade de Deus. Porque quem entenderá a mente do Senhor? Neste mundo teremos tribulações e aflições, mas temos de ter o bom ânimo na alegria e na tristeza, porque Jesus conquistou a nossa vitória na cruz. E quando Ele voltar, ai sim poderemos falar "agora acabou as angustias e aflições, vai ser uma bênção".
 
Glória a Deus!
Postar um comentário