Conferencista Edimilson Garcia

terça-feira, 17 de maio de 2011

LIDANDO COM AS ADVERSIDADES {II REIS


LIDANDO COM AS ADVERSIDADES  (II Reis 4:18-37)
             Eliseu é um bom exemplo de como devemos lidar com as adversidades.  Alguns anos antes o profeta prometera à Sunamita um filho.  Posteriormente, este filho faleceu e a mulher foi ter com o profeta.  A maneira como Eliseu lidou com o problema nos ensina lições preciosas. 
a)  OS SERVOS DO SENHOR ESTÃO SUJEITOS À ADVERSIDADES (v. 27)
            Eliseu foi pego de surpresa com a fatalidade.  Deus lhe encobrira o fato.  Repentinamente
o profeta foi obrigado a lidar com um grave problema: a mãe aos seus 
pés, amargurada, a questionar a promessa que o mesmo profeta lhe fizera 
acerca do menino.  Isto nos ensina que, como crentes, estamos sujeitos às interpéries, às adversidades da vida.  No entanto, nunca esqueçamos que Deus tem propósitos nas nossas adversidades (Romanos 8:28).
b) ADVERSIDADES NOS ENSINAS A ORAR E A CONFIAR NO SENHOR (v. 33)             Eliseu nos deu um grandioso exemplo de confiança e persistência na oração.  O grave problema que tinha a resolver não o desesperou.  Ao contrário, orou e perseverou em buscar no Senhor a solução:  que o menino revivesse.  A Palavra de Deus nos conclama a agir assim:  “pedi... buscai... batei...” (Mateus 7:7),  “não andeis ansiosos... antes em tudo sejam conhecidos os vossos pedidos diante de Deus pela oração...” (Filipenses 4:6).  Quando Deus nos consente uma adversidade, Seu propósito é nos ensinar a confiar nEle.
c) NOSSA VITÓRIA TESTEMUNHA DO PODER DO SENHOR  (v. 37)
            O
menino reviveu às custas da oração persistente de Eliseu e, em 
conseqüência, o fato tem sido narrado como demonstração do poder de 
Deus.  Em II Reis 8, encontramos o servo de Eliseu sendo 
chamado à presença do rei de Israel para narrar os feitos do profeta 
após 7 anos deste ocorrido.  A história contada por Geazi ao rei lhe causou profunda impressão (v. 5).  Da mesma forma nossas vitórias sobre as adversidades servem de testemunho para glória do nosso Deus.
            A
maneira correta de lidar com as adversidades é, fugindo da murmuração,
confiar no Senhor e aprimorar-se na oração fervorosa e persistente.  Além da edificação espiritual com a qual saímos da adversidade, nossa vitória testemunha do poder do Senhor.  &nbsp
Postar um comentário