Conferencista Edimilson Garcia

sábado, 14 de maio de 2011

PECADO




Tiago 1.12
12

De maneira que, irmãos, somos devedores, não à carne para viver segundo a carne.


Sou feliz por ser tentado pelo inimigo! Sou infeliz por cair nas tentações!
Meus amados, bem-aventurado você que é tentado. Eu recebo uma lição nesta passagem. Todos sabemos que todos pecamos. Todos sabemos que ninguém é perfeito. Logo se eu não sou perfeito é porque tenho pecado certo? Logo, se eu tenho pecado eu sofro tentações, certo?
Eis ai a lição. Você sabe quais os seus defeitos? O que mancha o seu corpo de “ovelha”? Nada? Você é perfeito? Eis ai a lição.
Em uma fase de minha pequena vida de cristão eu ficava com uma pulga atrás da orelha porque não conseguia achar em mim sinais de pecado. Fui pedindo ajuda a Deus e com o passar do tempo fiquei boquiaberto. Quão imperfeito sou! Leão Tolstoi definiu muito bem a minha situação "O grau em que nos aproximamos dessa perfeição não pode ser visto; tudo o que podemos ver é a extensão do nosso afastamento". Quanto mais conheço Jesus mais imperfeito me sinto.
Meu irmão, minha irmã, você é perfeito(a)? Já pensou em pedir para Deus fazer um “raio-x” de sua vida com Ele? Peça para Ele revelar os seus pecados que até você não sabe que comete. A cada oração eu dou graças pela maravilhosa graça de Deus. Que bom que Ele nos ama! Que bom que Ele nos aceita do jeito que somos! Que seria de nós sem a graça? É impossível sermos perfeitos, mas é possível que a cada dia sejamos transformados. É possível que sejamos santificados a cada dia.
Você quer santidade na sua vida? Peça que Deus revele os seus pecados para você procurar não pecar mais. Santificação, mas sempre se lembrando: se não fosse pela graça de Deus... Hoje quando peco eu me sinto meio que incomodado. Igual quando tem uma pedrinha no meu tênis ou um mosquito na tela da TV. Muitos quando pecam não sentem nada de diferente. Dizem buscar as coisas espirituais, mas quando pecam não sentem nada. Mas quando machucam a carne... Você tem que se sentir incomodado com o pecado. Mas sempre se lembrando: se não fosse pela graça de Deus...
Postar um comentário