Conferencista Edimilson Garcia

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Tema: Os fiéis ao pé da cruz

Capítulo 19

Tema: Os fiéis ao pé da cruz
I. Cristo está zombado - 19:1-22
Pilatos tentou satisfazer os judeus acoitando Jesus quase até a morte, mas os seus corações eram duros (12:40), e eles ainda clamaram para matar Jesus .
Os judeus acusaram Jesus de quebrar sua lei porque Ele disse que era Deus (10:33). O fato é que Cristo provou muitas vezes que era Deus pelos seus milagres e sinais. Ainda hoje o pecador com coração duro rejeita Jesus e a sua salvação.
Porque Jesus respondeu à pergunta de Pilatos em vs. 9? Pilatos já sábia a verdade e não aceitou , e Deus não revela mais verdade até obedecer a verdade que já temos. As palavras de Pilatos em vs. 10 foram a sua própria condenação. Ele teve autoridade para soltar Cristo e já sábia que Ele foi inocente (198:4). Então, porque não soltou o Salvador? Cristo repreendeu Pilatos e fez lembrar que todo poder vem de Deus (Romanos 13:1 , Prov. 8:15-16). Apesar de estar nas mãos de Deus o poder, o Pilatos ainda estava estava responsável pelos seus atos (lc. 22:22 , João 19:11).
Em João 6:15 os judeus quiseram fazer Jesus o seu rei. Em 12:13, eles saudaram Jesus como “rei de Israel”. Agora em vs. 12 eles preferem o César. Aqui encontramos a terceira crise no evangelho de João. Pilatos teve a palavra final porque ele escreveu este título para a cruz: “Jesus Nazareno, Rei dos Judeus”. O prisioneiro naquela época sempre andava com a sua acusação no seu pescoço durante o julgamento, e depois esta placa foi pregada na cruz. O único crime de Jesus era ser um verdadeiro rei.
II. Cristo crucificado - 19:23-30
João só escreveu três das sete frases que Jesus falou na cruz. João escreveu dos soldados sorte para a túnica de Jesus (Sl. 22:18), e oferecendo o vinagre (Sl. 69:21), e furando seu lado sem quebrar seus ossos (Sl. 34:20).
Quando Jesus deu sua mãe Maria a João para cuidar, Ele quebrou todos os laços com a terra e com a sua família.
Quando Jesus disse “Tenho sede”, Ele falou de sede física e espiritual porque estava sofrendo o nosso inferno. Ele teve sede para que o crente nunca tivesse sede espiritual. “Está consumado” é uma palavra só no grego (tetelestai) e foi uma palavra usada pelos comerciantes para dizer que o “preço está pago”. Servos usaram esta palavra depois de completar seu trabalho, e Cristo, o Servente Obediente, completou a obra que o pai lhe deu. Cristo deu a sua vida para seus amigos.
III. O sepultamento de Cristo - 19:31-42
Os judeus obedeceram as suas leis (vs.31), mas ainda eram tão cegos que mataram Aquele que deu a lei e que cumpriu a lei. Os soldados não quebraram as pernas de Jesus porque Ele já tinha morrido. Cristo não desmaiou, mas sim morreu. O sangue e a água que saíram do Seu lado mostram os dois lados da salvação; o sangue para pagar a penalidade do pecado e a água para nos lavar e purificar. Os dois lados devem sempre estar presentes na vida do salvo. Quem é salvo deve andar no mundo com seu comportamento limpo.
Em vs. 35 mostra que o João deixou Maria na sua casa e voltou para a cruz para presenciar as últimas horas de vida de Jesus. Cristo foi mais importante que Maria.
Deus preparou dois homens importantes, Nicodemos e José de Arimatéia, para enterrar o corpo de Jesus. Geralmente os corpos dos crucificados foram jogados no vale de Gehenna onde foi queimado o lixo da cidade. Isaías. 53:9 promete que Jesus séria sepultado com os ricos. Nicodemos e José saberam do Velho Testamento sobre a morte de Jesus e já prepararam o sepulcro e as ervas para seu sepultamento. Provavelmente José comprou este túmulo só para o sepultamento de Jesus, porque nenhum rico queria ser sepultado perto do lugar onde os criminais foram crucificados.




Postar um comentário